Sintietfal publica moção de apoio ao Sindpol

Os Policiais Civis de Alagoas estão em greve, desde o dia 18 de abril, por melhorias salariais e condições de trabalho. O movimento paredista, coordenado pelo Sindpol, está sendo alvo de perseguições por parte do Governo de Alagoas que, através da Procuradoria Geral do Estado, pediu a prisão do presidente do Sindpol, bloqueio de conta e multa aos policiais civis.

Diante da intransigência do Governador Renan Filho e do afronte ao movimento sindical, que esse pedido representa, o Sintietfal emitiu nota expressando “irrestrita solidariedade ao Sindpol e aos trabalhadores em greve”

A moção de apoio solicita também imediata abertura no processo de negociação, no sentido de acatar as reivindicações dos policiais civis, os quais reivindicam 23 pontos de pauta, tendo como principal o piso salarial de 60% da remuneração dos delegados, a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), o pagamento retroativo das progressões e o pagamento de risco de vida e de insalubridade.

Confira a nota do Sintietfal na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *