Conif desconsidera servidores e se reúne com o Mpog para alterar carreira dos TAEs

Comissão Nacional de Supervisão da Carreira dos TAEs está em Brasília para cobrar explicações

Conif e Mpog se reuniram para tratar do quadro pessoal da Rede Federal

Sem nenhum comunicado à Comissão Nacional de Supervisão da Carreira dos TAES (CNS), o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e o Ministério do Planejamento (Mpog) se reuniram, no dia 24, em Brasília, para discutir, entre outros temas, mudanças no Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativo em Educação (PCCTAE).

A notícia está publicada no site do Conif e causou espanto dos representantes eleitos da CNS, que possuem atribuição de acompanhar assuntos relacionados à carreira dos TAEs e nada estavam sabendo. “Vimos no site do Conif e decidimos vir à Brasília nos reunir e cobrar providências. É um absurdo que queiram mexer na nossa carreira sem, ao menos, convocar a CNS. Mandamos hoje um ofício contestando isso”, afirmou Marília Souto, diretora do Sintietfal e integrante da Comissão Nacional.

Em notícia publicada, o Conif anunciou proposta de “transformação de cargos de nível C em níveis D e E” e “unificação dos cargos de técnico-administrativo níveis E e D”. Segundo a entidade, o objetivo é flexibilizar a contratação conforme as necessidades institucionais.

“Eles devem tá querendo acabar com nosso plano de cargos e defender um ‘carreirão’ sem, ao menos, consultar a base sobre o assunto. Precisamos avançar com a racionalização de nossa carreira, com o direito do RSC [Reconhecimento de Saberes e Competências] para os TAEs e não retroceder no que já conquistamos”, acrescentou a dirigente sindical.

Os integrantes da CNS estão em Brasília desde a última segunda-feira (29). Eles já se reuniram com o jurídico do Sinasefe e protocolaram ofícios destinados ao MPOG, ao MEC e ao Conif cobrando o retorno das discussões acerca da racionalização do PCCTAE e do RSC TAE. Além disso, estiveram na tarde desta quarta-feira, 31, tentando reunião com o governo sobre os prejuízos causados pelo Decreto nº 9.262/2018, que extinguiu mais de 60 mil cargos públicos e impede a realização de novos concursos em setores da educação federal.

A comissão está ainda dando encaminhamentos acerca das deliberações do Seminário de Carreira e pela 152ª Plena do Sinasefe.

2 Comentários em “Conif desconsidera servidores e se reúne com o Mpog para alterar carreira dos TAEs

Sonho
2 de fevereiro de 2018 00:12 em 00:12

Mais uma treta deste governo ilegítimo e que defende o desmonte do Estado e o patrimônio público.

Responder
IVETE RODRIGUES MACEDO E SILVA
2 de fevereiro de 2018 12:25 em 12:25

Boa tarde! O conif ou parte dele tem inclusive um projeto sobre RSC . Que vem discutindo com o Conselho de pró reitores da Andifes. Nos no último encontro da carreira da fasubra fizemos vários encaminhamentos neste sentido. Mas…. esta proposta e sonho do governo a anos muda governo mas equipe interna só troca mesmo a cadeira. Temos que reativar grupo carreira nas bases e agir.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *