Consup: Sintietfal rejeita a extinção da Coordenação de Projetos de Políticas Estudantis

Alteração do organograma da Reitoria e Câmpus Maceió, relatório de gestão de 2018 e regulamentação da promoção de alimentação saudável na instituição também foram discutidas na reunião

O Sintietfal defendeu em reunião ordinária do Consup, realizada nesta segunda-feira, 15 de abril, a não extinção da Coordenação de Projetos de Políticas Estudantis do organograma da Reitoria, como foi proposto pela equipe de transição de gestão.

Para o sindicato a proposta de extinção não foi bem fundamentada. O relator informou que a coordenação estaria vazia, o que gerou constrangimento, pois a coordenadora da pasta estava presente na reunião e informou que em nenhum momento foi procurada pela equipe de transição.

Silvia Regina, suplente da cadeira do Sintietfal no Conselho e vice-presidenta da entidade, disse que “é necessário que haja diálogo entre as partes ao se tratar dessas modificações na estrutura organizacional dos Câmpus e da Reitoria. Somos todos servidores do Ifal, queremos que nossa instituição avance e para isso é necessário que haja diálogo e respeito com o trabalho desenvolvido pelos nossos colegas”.

O conselheiro Ederson Matsumoto (Japa), titular da cadeira docente e diretor do Sintietfal, propôs que a pauta fosse adiada e que o relator trouxesse mais informações sobre as extinções propostas pela nova gestão para que os conselheiros pudessem votar com melhor clareza.

Por maioria, a proposta de Matsumoto foi rejeitada, aprovando as alterações apresentadas, exceto a extinção da Coordenação de Projetos de Políticas Estudantis que será discutida na próxima reunião do conselho.

Na reunião, também foram apresentadas as alterações propostas para a estrutura organizacional do Câmpus Maceió, que não propôs nenhuma extinção de função ou setor, e foi aprovada pelo conselho por unanimidade. Antes, havia a proposta de extinção do Departamento de Assistência Estudantil.

“Estive no Câmpus Maceió a convite de Cláudia Cordeiro, representante da comissão de transição, para entender melhor sobre as alterações propostas, como foi discutido na reunião passada do Consup. Dialogamos e, como sugeri na reunião, o Departamento de Assistência Estudantil não será mais extinto”, disse o conselheiro Matsumoto.

Confira aqui as alterações da Reitoria e do Câmpus Maceió.

Relatório de Gestão 2018 do Ifal e Relatório Anual de Atividades da Auditoria Interna

 Os relatórios de gestão, referente ao ano de 2018, e de atividades da Auditória Interna do Ifal foram apresentados para apreciação dos conselheiros. No documento de gestão encontram-se informações referentes ao ensino, à pesquisa e à extensão no Ifal,  entre outros.

Já no documento da Audint, há o relato de problemas em relação ao desenvolvimento do trabalho da auditoria em decorrência de atrasos nas solicitações e respostas dos setores do Ifal, complexidade e falta de dados na utilização da Plataforma Nilo Peçanha.

Acesse os documentos na íntegra: Gestão Ifal 2018 e Audint 2018.

Regulamentação da promoção de alimentação saudável no Ifal

O documento que regulamenta as ações relativas à promoção da alimentação adequada e saudável que envolve a comunidade do instituto. O documento trata das adequações que devem ser tomadas aos interessados a comercializarem alimentos no Câmpus do Ifal, prestadores de serviços com cantinas ou até mesmo estudantes.

A minuta foi aprovada pelo conselho e estabelece que o tempo de adequação por parte das cantinas já existentes no Ifal deve ser de 12 meses e que as alterações no cardápio devem passar por parecer de avalição dos setores de nutrição do Câmpus, não havendo na unidade é preciso solicitar parecer da Reitoria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *