Sintietfal cobra da gestão do Câmpus Maceió combate ao assédio moral

Casos foram denunciados ao diretor que se comprometeu com a pauta

O combate ao assédio moral tem se intensificado no Ifal após as recorrentes denúncias e condenações da instituição pela prática de seus gestores. Como forma de ampliar esse combate, o Sintietfal buscou o diretor do câmpus Maceió para tratar sobre casos na unidade de ensino e dar conhecimento ao gestor sobre o Termo de Ajuste de Conduta nº 21 de 2019.

O TAC 21/2019 foi fruto de uma notificação do Ministério Público do Trabalho ao câmpus Piranhas após denúncias de assédio moral, quando a unidade se comprometeu a abster-se “utilizar práticas vexatórias ou humilhantes contra seus empregados” e de praticar “qualquer atitude que importe abuso do poder diretivo”.

Além disso, a instituição se comprometeu “a adotar medidas necessárias para coibir toda e qualquer prática de discriminação no trabalho”, a “criar mecanismos para apreciar as queixas”, a acompanhar a conduta daqueles que cometeram assédio para que não se repita e efetuar uma campanha interna de combate ao assédio, dando ciência ao MPT do cronograma de execução.

Pela importância do conteúdo do TAC, o MPT decidiu que a abrangência da medida deva ser para toda a instituição.

Na avaliação da presidenta do Sintietfal, Silvia Regina, a reunião foi produtiva. “O diretor se mostrou aberto ao diálogo e se comprometeu a atender a reivindicação da categoria. Ele disse já ter conhecimentos de alguns casos e de estar empenhado para solucionar problemas”, disse a sindicalista.

A reunião firmou o compromisso com o gestor de apurar as novas denúncias e reunir com sua equipe para informar sobre os termos do TAC e buscar elaborar um cronograma de ações.

“A reunião foi importante porque, além de dar ciência ao TAC do MPT, o Sintietfal levantou a bandeira da qualidade de vida e da saúde dos/as servidores/as”, completou Fábio Sales, diretor do Sintietfal.

Presença 

A reunião com o diretor do Ifal Câmpus Maceió, Damião Augusto, contou com a participação da presidenta do Sintietfal, Silvia Regina, do diretor de finanças, Fábio Sales, da diretora de formação política, Andreia Moraes, e do diretor jurídico, Carlos Borges.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *