Sintietfal aprova continuidade da campanha de solidariedade e população de rua recebe cestas básicas

Serão distribuídos mais R$ 20 mil em doações neste mês de junho

O Sintietfal aprovou, em sua última reunião, a continuidade da campanha de solidariedade neste mês de junho. Serão mais R$ 20 mil destinados para a compra de alimentos e produtos de higiene. A campanha iniciou no mês de abril e já soma R$ 60 mil em doações para famílias carentes e segmentos sociais afetados pela pandemia de Covid-19.

+++ Sintietfal decide doar R$ 40 mil para famílias carentes de Maceió e vítimas da enchente em Santana do Ipanema

Entre os beneficiados/as deste mês, está a população de rua de Maceió. Através do Movimento Nacional da População de Rua, foram entregues 60 cestas básicas nos dias 12 e 13 de junho. Além da população em situação de rua, o movimento também destinou algumas cestas para a comunidade do conjunto Joaquim Leão e mães de família em vulnerabilidade social da Praça do Martírios e Vila Brejal.

“A situação é de extrema vulnerabilidade social. A importância dessa parceria do sindicato é que ajudou bastante a diminuir a dor e o sofrimento nesse momento de exclusão social, durante a pandemia do coronavirus. Foram 60 cestas básicas bem caprichadas. Desde já, valeu a todos os servidores que fazem parte do sindicato dos servidores do Instituto Federal de Alagoas”, afirmou Rafael Machado, coordenador do Movimento de População de Rua em Maceió.

A contribuição do Sintietfal para o Movimento de População de Rua teve o valor de R$ 3 mil e foi destinado para a compra de alimentos.

Além da doação à população de rua, os R$ 20 mil da campanha deste mês vai contribuir com o setor artístico, comunidades indígenas, o acampamento Bota Velha, da Comissão Pastoral da Terra, e famílias do Rio Novo e das ocupações do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Sobre a campanha

A campanha de solidariedade realiza, desde o mês de abril, doações a famílias expostas à situação de vulnerabilidade socioeconômica neste período de pandemia do Covid-19. Atuando em parceria com movimentos sociais e ONGs, o Sintietfal tem destinado R$ 20 mil por mês para a compra de alimentos e produtos de higiene.

No primeiro mês, foram beneficiados catadores/as de materiais recicláveis da Cooperativa de Catadores da Vila Emater, famílias sem-teto ligadas ao Movimento dos/as Trabalhadores/as Sem Teto e os/as desabrigados/as de Santana do Ipanema. Em virtude das chuvas no município, foram doados R$ 10 mil em fogões ao invés de alimentos.

No segundo mês, a campanha beneficiou mulheres em situação de vulnerabilidade acompanhadas pelo Centro de Defesa dos Direitos da Mulher, assentados do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no município de Girau do Ponciano, catadores de materiais recicláveis de Satuba e famílias em situação de vulnerabilidade na Grota da Alegria e no Rio Novo, acompanhadas pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), e famílias ligadas Centro de Acolhimento a Criança e ao Adolescente  e a Casa do Menor, em Santana do Ipanema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *