Fonasefe: Jornada de lutas inicia com Seminário Nacional “O serviço público que precisamos”

 

Desta segunda-feira, 15 de março, até sexta-feira, dia 19, o Fórum de Entidades Nacionais do Serviço Público Federal realiza sua segunda jornada de lutas de 2022. O Seminário Nacional “O serviço público que precisamos”, nos dias 15 e 16, marca o início dessa semana de mobilização.

O seminário está sendo totalmente virtual pela plataforma zoom. Para participar, basta se inscrever no evento clicando aqui, preenchendo o formulário eletrônico. O link para a sala virtual será enviado no e-mail e/ou WhatsApp que você informar durante a inscrição.

A programação conta com a participação de Maria Lúcia Fatorelli (Auditoria Cidadã da Dívida), Centrais Sindicais e representantes das entidades que compõem o Fonasefe. As mesas ocorrem nesta segunda, das 8h às 17h e na terça, das 8h às 12h. Confira a programação abaixo.

Jornada de Lutas

Com as bandeiras vacinação para todos/as, contra a reforma administrativa, contra as privatizações e em defesa dos serviços públicos e das estatatais, a jornada de lutas terá atividades prioritariamente on-line em virtude do agravamento da crise da pandemia de covid-19, com o número de mortes diárias ultrapassando a marca de duas mil na última semana.

Além do Seminário Nacional, a programação da jornada conta com Reunião Ampliada do Fonasefe de 16/03, onde haverá a definição da Greve Geral dos Servidores Públicos, que tem seu indicativo de realização previsto para 24/03; o Dia Nacional das Bandeiras de Luta (Faixaço) de 17/03; o protocolo da pauta de reivindicações da Campanha 2021 do Fonasefe em 17/03; e o Dia Nacional de audiências e pressão no Poder Legislativo de 18/03.

Em Alagoas, o Sintietfal e outros sindicatos da educação e de servidores/as públicos/as estão colocando novos outdoors na cidade denunciando a reforma administrativa de Bolsonaro, Paulo Guedes e Arthur Lira.

Faça sua parte!

Para barrar a reforma administrativa e defender os serviços públicos, é preciso mobilização e, em momento da pandemia, engajamento nas redes sociais. Compartilhe nossa campanha nos grupos de whatsapp e nas suas redes. Faça a luta dos/as serivores/as públicos/as se espalhar pelo país.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *