Manifestação pelo ‘Fora Bolsonaro’ denuncia a fome, a carestia e o desemprego

Foto: Adriano Arantos

Neste sábado, 9 de abril, entidades sindicais, movimentos sociais, partidos de esquerda e populares realizaram ato ‘Fora Bolsonaro’ em Maceió.

Com ‘bandeiraço’ e falas ao carro de som, os/as manifestantes se concentraram na Praça dos Martírios, denunciando os preços dos alimentos e dos combustíveis; a destruição dos direitos trabalhistas, previdenciários, da educação e dos saúde públicos; e os recentes esquemas de corrupção do governo Bolsonaro.

Os/as servidores/as públicos/as reivindicaram a recomposição salarial relativa aos três anos do governo Bolsonaro, que acumula 19,99% de perda inflacionária.

Servidores/as do Ifal

O Fórum Alagoano em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) também esteve presente denunciando a tentativa de privatização das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e dos Serviços Odontológicos para Organização da Sociedade Civil (OSCs) de alagoas, liderada pelo prefeito JHC (PSB-AL).

Próximo ato

O Dia Internacional da Classe Trabalhadora, 1º de maio, será marcado pelo ato ‘Fora Bolsonaro’. Na data, além de celebrar as conquistas da luta dos/as trabalhadores/as em todo mundo, o povo brasileiro estará nas ruas novamente contra as práticas neoliberais e antidemocráticas do governo Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *