Sintietfal manifesta solidariedade à professora do Ifal que teve carro depredado

O Sindicato dos/as Servidores/as Públicos/as da Educação Básica e Profissional do Estado de Alagoas manifesta solidariedade à docente aposentada do Ifal, Ivanilda Verçosa, vítima de ato ofensivo à liberdade democrática. Por ter carro vermelho com adesivos em apoio ao PT, teve o veículo arranhado dento do estacionamento do supermercado Palato, localizado na Ponta Verde.

O ato criminoso ocorreu na manhã desta sexta-feira, 15 de abril, enquanto a docente fazia compras no estabelecimento.

O vigilante de plantão confirmou que a aposentada chegou ao local sem a tampa da mala estar arranhada. Segundo o supervisor, não há câmeras no estacionamento que possam identificar quem cometeu o ato.

Indignada, a docente retornou ao supermercado e protestou, reafirmando que tais atos de ódio não serão suficientes para impedir a luta contra o bolsonarismo.

“Olha aí, a primeira tentativa de intimidação de um ‘bolsonarento’, verme de esgoto, que sofri hoje, às 9h45, no estacionamento do Palato Ponta Verde. Já registrei ocorrência, tem o testemunho do vigilante do estacionamento de que o carro chegou sem arranhão. Se acha que com essas atitudes criminosas irão nos intimidar, estão redondamente enganados/as”, exclamou a docente, dentro do Palato, sendo prontamente acolhida pelos/as clientes e funcionários/as que se encontravam no supermercado.

Ivanilda registrou boletim de ocorrência na delegacia e anexou fotos anteriores e posteriores ao ato, comprovando que o arranhão ocorreu dentro do estacionamento.

O Sintietfal repudia tanto essa como qualquer manifestação de ódio contra as liberdades democráticas. Cobra também do supermercado Palato uma ação efetiva quanto ao dano causado à aposentada.

Um Comentário em “Sintietfal manifesta solidariedade à professora do Ifal que teve carro depredado

Sílvia Regina Silva Mota
18 de abril de 2022 em 17:37

Não podemos mesmo – e nem devemos – nos calar diante de intolerâncias dessa natureza, molecagens que só refletem o nível de quem as pratica. Absurdo que um supermercado do porte do Palato não tenha câmeras no estacionamento. É até uma forma de se proteger contra situações criminosas como esta, uma vez que os veículos ali guardados são de responsabilidade do estabelecimento.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *