13 de março de 2024

Aposentados/as e pensionistas do Ifal se mobilizam durante inauguração no Centro de Inovação

Aposentados/as e pensionistas compareceram em grande número no Centro de Inovação do Jaraguá, nesta segunda-feira, dia 11 de março, para pressionar a gestão do Ifal e convidados em defesa do retorno das aposentadorias e pensões para o Ifal.

A mobilização ocorreu durante a inauguração da sala 213, do Instituto Federal de Alagoas, no Centro de Inovação do Polo Tecnológico de Alagoas. Durante o evento público, a aposentada e diretora do Sintietfal, Léa Mello, fez uma intervenção – quebrando o protocolo e chamando a atenção para a pauta. “Aproveitem que vocês estarão com o presidente Lula amanhã e só ele pode revogar esse decreto, trazendo de volta os/as aposentados/as do Instituto Federal de Alagoas e de Rondônia para o lugar de origem. Peço em nome de todos/as aposentados/as que ele nos respeite e nos devolva a nossa casa”, reivindicou Léa Mello.

Após o lançamento da sala do Ifal, foi realizada uma reunião com os/as aposentados/as, a gestão do Ifal e o deputado Paulão. “A nossa ida ao Centro de Inovação foi muito proveitosa! Chegamos sem ser esperados e causamos um temor. Resolveram fazer uma reunião conosco e com a presença do deputado Paulão, que pontuou a questão de forma bem transparente. A situação é delicada, mas tem possibilidade de sucesso. Então, vamos correr atrás! Todos precisam se engajar: número de envolvidos fará a diferença”, afirmou Ivanilda Verçosa, diretora do Sintietfal.

Situação atual

De acordo com o decreto nº 10.620/21 do Governo Bolsonaro, os órgãos federais deveriam ter passado o controle da concessão e gestão das aposentadorias e pensões para o INSS. Apenas o Ifal e o Instituto Federal de Rondônia, cederam a essa medida draconiana. À época, o reitor Carlos Guedes transferiu sem, ao menos, ter sido aprovado pelo Conselho Superior.

Apesar de ter vencido uma batalha dessa luta, fazendo com que o Conselho Superior rompesse o acordo de cooperação técnica entre o Ifal e o INSS e o Reitor ter solicitado a devolução das aposentadorias e pensões para o Ifal, Governo Federal tem sido um empecilho para essa concretização. Na última semana, após meses sem resposta, o MGI negou o pedido da instituição, apoiando-se no decreto inconstitucional de Bolsonaro.

Assim, o Sintietfal voltou a mobilizar os/as aposentados/as do Ifal e exigir do Governo Federal a audiência com a ministra Ester Dweck sobre a demanda da categoria.

13 de março de 2024

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *