Sintietfal faz reuniões nos campi do Ifal para construir a greve

As cidades de Maragogi, Satuba, Marechal Deodoro, São Miguel e Piranhas receberam a visita do Sintietfal nesta segunda e terça-feira

Servidores/as do Ifal Campus Maragogi manifestaram apoio à greve

Representantes da diretoria do Sintietfal estão realizando encontros com TAEs e docentes, em diversos campi, para discutir amplamente a construção da greve do Sinasefe. Nesta semana, houve reuniões em Satuba, Maragogi, São Miguel, Piranhas e Marechal Deodoro, além de encontros com coordenações do campus Maceió. Na semana anterior, o Sintietfal visitou os campi de Batalha, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, Arapiraca e Viçosa.

A ação faz parte do calendário de mobilização para a greve do Sinasefe, marcada para o dia 3 de abril. Além das reuniões realizadas nos dias 25 e 26, nesta quarta-feira, 27 de março, acontecerá a Assembleia Geral Extraordinária, que tem como pauta a deflagração de greve por tempo indeterminado. A AGE está marcada para às 9h30 e será híbrida: presencialmente no auditório de Informática do campus Maceió e virtualmente, via Google Meet.

Campus Satuba


O presidente do Sintietfal, Yuri Buarque, se reuniu na manhã do dia 25 de março, com os/as servidores/as do campus Satuba. A reunião contou com a presença de estudantes e cerca de 35 servidores/as, sendo 15 destes virtualmente.

Segundo Yuri, o momento foi “um bom bate-papo. O encontro foi bastante proveitoso e serviu para organizar e situar a comunidade do campus Satuba em torno da importância do movimento paredista”, afirmou o presidente do Sintietfal, que conduziu a reunião local.

Presentes na reunião, a representação do Grêmio Estudantil Nena Cavalcante afirmou que, após discussão interna, a gestão deliberou posição favorável em apoio à greve dos/as servidores/as. Além disso, ficou decidida a realização de um novo encontro na próxima segunda-feira, dia 1 de abril, às 10h, para aprofundar as discussões e a mobilização acerca da construção da greve.

Campus Maragogi

O tesoureiro, Artur dos Anjos, o diretor de políticas educacionais, Marcondes Inácio, e o diretor municipal, Eurico Cesar, representaram o Sintietfal em reunião na manhã desta terça-feira, dia 26 de março, com docentes e TAEs do campus Maragogi.

Por contraste, os/as servidores/as apoiaram a adesão à greve e se colocaram à disposição para participar da Assembleia Geral desta quarta-feira, 27, alguns presencialmente e outros virtualmente.

Na avaliação de Artur dos Anjos, foi um momento muito bom e que exigirá do sindicato um retorno em outra data para se debruçarem sobre a questão do auxílio-transporte. “Há uma pauta local que é o ressarcimento do auxílio transporte. A CGP está fazendo o julgamento de quem deve receber ou não o auxílio-transporte. Há um incômodo muito grande e eles solicitaram, na próxima visita, um momento com o jurídico do sindicato. A diretora, por outro lado, se mostrou interessada em resolver esse problema”, explicou.

São Miguel

Docentes e TAEs se reuniram com o Sintietfal, na sala dos professores, nesta terça-feira, dia 26, do Ifal campus São Miguel dos Campos. Na avaliação da dirigente sindical Anny Barros, “o diálogo com TAEs e Docentes foi muito exitoso. Com discussão ampla sobre os eixos da greve e, também sobre as pautas locais. Parte significativa dos servidores presentes apoiam o movimento paredista e, como ponto alto da reunião, conseguimos a sensibilização da comunidade acadêmica para a importância de participar, amanhã, da assembleia”. Além de Anny, estavam presentes pelo Sintietfal Levi Brandão, Anna Júlia e Darliton Romão.

Campus Piranhas

No sertão de Alagoas, no campus Piranhas, os dirigentes do Sintietfal, Izael Oliveira e Luís Márcio, conduziram a reunião com docentes e TAEs no auditório. A presença da categoria tem sido crescente, contando com mais participação em relação a outros momentos.

Em votação simbólica, a grande maioria entendeu que é o momento de fazer a greve. Apenas três pessoas foram contrárias e houve uma abstenção. “Foi um bom debate com vários servidores manifestando apoio à greve, outros apresentando dúvidas relativas ao ponto. Nas falas, apenas um se manifestou contra a greve”, explicou Izael Oliveira.

Campus Maceió


O Sintietfal tem participado também de reuniões pedagógicas das coordenações do campus Maceió. Na segunda-feira, dia 25, a secretária geral do Sintietfal, Anny Barros, esteve na Coordenação de Engenharia Civil, onde a maioria dos presentes apoiaram a necessidade da greve. No mesmo dia, de forma remota, a diretora Ana Lady e o diretor Luís Márcio participaram de uma grande reunião da coordenação de linguagens e códigos, a Colic. Nove se manifestaram favoráveis, um contrário e três se abstiveram da votação em apoio à greve. Nesta terça-feira, dia 26, também há reuniões marcadas com a coordenação de biologia e de ciências humanas.

Campus Marechal Deodoro


Os dirigentes sindicais Artur do Anjos e Darliton Romão estão na tarde desta terça-feira, dia 26 de março, participando de reunião ampla com docentes, TAEs e estudantes no auditório do campus para debater a greve no Ifal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *