Servidores/as e estudantes doam sangue pela educação

Ação conjunta de greve fortalece a luta pela valorização da educação e o banco de sangue do HUPAA

Como parte da agenda da greve, a campanha “Doe sangue pela Educação” foi realizada na última sexta-feira, 10 de maio, e contou com a participação de 18 doadores/as. A ação solidária visou fortalecer o banco de sangue do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes da Ufal, em Maceió. 

“Eu doei sangue pela educação, pela saúde pública e por tantas pessoas desconhecidas que precisam de um gesto de solidariedade para sobreviver. Os bancos de sangue do Estado de Alagoas estão com estoque muito baixo e, já que a greve nos deu essa oportinidade, transformamos esse instrumento de luta numa açõa pedagógica”, disse Anny Baros, diretora do Sintietfal.

A atividade foi a primeira organizado conjuntamente pelos sindicatos dos/as servidores/as das instituições federais no estado – Sintietfal, Sintufal e Adufal – e por estudantes do Ifal e da Ufal, como forma de unificar o movimento paredista em Alagoas. 

“Estamos aqui no HU, mais um prédio da Universidade Federal de Alagoas, que tanto precisa do orçamento da educação para manter e melhorar o atendimento à população aqui de Alagoas”, afirmou Artur dos Anjos, tesoureiro do Sintietfal, em vídeo gravado durante a campanha de doação de sangue.

A doação de sangue no Hospital Universitário acontece de segunda à quinta, das 7h às 12h e das 13h30 às 16h, e na sexta-feira apenas pela manhã, das 7h às 12h. Para doar é necessário apresentar documento original com foto, ter entre 16 e 69 anos, estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50kg e estar descansado/a e alimentado/a.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *