Sintietfal convoca Assembleia para debater adesão ao Dia Nacional de Luta da Educação Federal

O Sintietfal convoca todos/as os/as servidores/as do Ifal, ativos/as e aposentados/as, para participarem da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que será realizada no dia 19 de fevereiro, às 14h30, no auditório Jarede Viana, na sede sindical, e pelo googlemeet.

+++ Confira aqui a convocatória

A AGE tem como pauta informes e adesão ao Dia Nacional de Luta da Educação Federal.

O Dia Nacional de Luta da Educação Federal está marcado para 22 de fevereiro. Com o lema “Se não reestruturar, a educação vai parar!”, está previsto que trabalhadores/as da Educação Federal organizem paralisações, atividades públicas, assembleias e panfletagens ao redor do país para fortalecer a luta e valorização de carreira, salários e equiparação dos benefícios.

Na última plena do Sinasefe, foi aprovado o estado de greve, com isso, a mobilização do dia 22 foi apontada como um momento importante para mobilização da categoria em seus locais de trabalho.

Sinasefe, Andes e Fasubra criaram um calendário e materiais de mobilização conjuntos, assim como emitiram um chamado:

”Nos últimos anos, especialmente nos governos Temer e Bolsonaro, trabalhadoras e trabalhadores das instituições de ensino públicas enfrentaram inúmeros ataques. A desvalorização da carreira e o achatamento dos salários são algumas das consequências mais graves.

Apesar da abertura do diálogo com o governo Lula (PT), em 2023, o ano foi marcado pela ausência de medidas efetivas para reverter o quadro de desvalorização, além de dar continuidade ao desmonte da educação federal.

Em 22 de fevereiro, acontecerá mais uma rodada da mesa de negociação sobre carreira. Para pressionar o governo federal a avançar no processo de reestruturação das carreiras, trabalhadoras e trabalhadores da educação estarão em luta na data. Mobilizações, manifestações, paralisações e debates serão realizados em todo o país.

Servidores técnico-administrativos em educação, docentes do magistério superior, da educação básica, técnica e tecnológica não aceitam a morosidade do governo Lula. Neste sentido, discutem a possibilidade de greve unificada da educação, tendo como horizonte a construção e fortalecimento da greve no serviço público federal”

Calendário conjunto
Confira o calendário conjunto debatido pelas entidades:

22/02 – Dia Nacional de Luta;
22/02 – Mesas Específicas e Temporárias das Carreiras TAE e Docente;
23/02 a 12/03 – Assembleias nas bases para debater a resposta do Governo;
05/03 – Reunião para unificação da pauta da Educação Federal;
15 e 16/03 – Plenárias das Entidades – Sinasefe, Andes e Fasubra;
17/03 – Plenária Unificada da Educação Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *