Professor de sociologia agradece por vitória na luta pela reversão da aposentadoria

Allan Carlos continua pleito para voltar ao Campus Maceió

Após doloroso processo, o professor Allan Carlos da Silva conseguiu a reversão de sua aposentadoria e está de volta às salas de aula do Ifal. O docente de sociologia assumiu a vaga no campus Santana do Ipanema. Em agradecimento, Allan divulgou nota com a mensagem de que vale a pena lutar.

“Deixo aqui os melhores sentimentos para todas e todos que deram a mão para caminhar ao meu lado no momento sombrio. Jamais pensei em desistir porque estiveram comigo os melhores colegas e amigos que alguém pode conhecer na vida. O poeta inglês, Tennyson, certa vez escreveu que ‘nosso destino é lutar, chegar, jamais desistir'”, afirmou o docente. Confira a nota completa abaixo.

Contexto

O docente de sociologia do, até então, campus Maceió, foi aposentado compulsoriamente, no começo deste ano, em virtude da depressão. A aposentadoria foi justificada pelo impedimento da prorrogação de sua licença. Ao saber do caso, o Sintietfal passou a acompanhar a situação, prestando assessoria jurídica ao docente e pressionando a reitoria para agilizar o andamento da reversão da aposentadoria.

Mesmo recuperado e possuindo laudos médicos que confirmaram a aptidão ao retorno das atividades laborais, Allan Carlos ficou aposentado durante meses. Fragilizado pelo ocorrido, acumulando a perda de 70% de sua remuneração e tendo um filho com necessidades especiais, Allan precisou vender bens pessoais e contar com o apoio de seus/suas companheiros/as de trabalho e da direção sindical nesse momento árduo de sua vida.

Tendo resposta positiva quanto à solicitação do retorno às atividades, o docente preparou uma nota de agradecimento aos/as que o apoiaram neste momento.

Confira a nota na íntegra

Faz parte do ideário da sociedade em que vivemos culpar os indivíduos por sucesso ou fracasso na vida. Eis uma grande ilusão. Vivemos em sociedade e tudo o que acontece é responsabilidade de todos nós. Nenhum ser humano é uma ilha isolada, como escreveu John Donne num célebre poema.

Fui afastado por causa da depressão, uma doença que carrega ainda alguns preconceitos. Em nenhum momento pensei em desistir do ofício de professor. Lecionar não é transmitir o que se sabe, mas sim transformar o que se sabe.

Assim como eu, sei que muitos colegas possuem diversos problemas de saúde. A vida num país perverso como o nosso não é fácil. As instituições são excludentes, racistas, machistas. São montadas para o privilégio de uma minoria. Por isso que precisamos do sindicato: para lutarmos todos os dias.

Deixo aqui os melhores sentimentos para todas e todos que deram a mão para caminhar ao meu lado no momento sombrio.
Jamais pensei em desistir porque estiveram comigo os melhores colegas e amigos que alguém pode conhecer na vida.

O poeta inglês Tennyson certa vez escreveu que “nosso destino é lutar, chegar, jamais desistir”.

A luta continua

De volta ao Ifal, a luta de Allan Carlos continua para conseguir retornar ao campus Maceió e poder continuar ao lado de seu filho autista, que necessita de cuidados especiais. O Sintietfal estará ao lado do docente de sociologia para conseguir a remoção interna por motivos de saúde para o campus Maceió.

Apoio

O docente nos últimos meses, por estar aposentado, recebeu apenas 30% do valor de quando estava na ativa. Só em julho deve ter seu salário anterior integral. Quem quiser pode continuar ajudando através do pix do docente: (82)98809-0600.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *